Make your own free website on Tripod.com

 CAPÍTULO DOIS 
 
A PRODUÇÃO DE LEITE E COMO A CRIANÇA SUGA
 

2.1 A ANATOMIA DA MAMA 

A mama é formada em parte por tecido glandular e em parte por tecido conjuntivo e gordura. O tecido glandular produz o leite que posteriormente é conduzido ao mamilo através de pequenos canais ou dutos. Antes de atingir o mamilo, os dutos se tornam mais largos e formam os seios lactíferos, nos quais o leite é armazenado. Aproximadamente 10-20 dutos muito finos ligam os seios lactíferos ao exterior através da ponta do mamilo. VEJA NA PRÓXIMA PÁGINA DESENHO ESQUEMÁTICO DA MAMA. O mamilo é muito sensível pois possui várias terminações nervosas. Isso é um importante fator para o desencadeamento dos reflexos que auxiliam a “descida” do leite. 

Ao redor do mamilo há um círculo de pele mais escura chamado aréola. Na aréola há pequenas elevações. São glândulas que produzem um líquido oleoso. Esse líquido ajuda a manter a pele do mamilo macia e em boas condições. Logo abaixo da aréola estão os seios lactíferos. 

2.2 A PRODUÇÃO LÁCTEA: HORMÔNIOS E REFLEXOS 

O leite materno é produzido pela ação de hormônios e reflexos. Durante a gravidez hormônios preparam o tecido glandular para a produção do leite. O tecido glandular se desenvolve mais e as mamas ficam maiores. Logo após o parto, os hormônios fazem com que comece a produzir leite. 
 
 

página anterior